quarta-feira, 30 de abril de 2008

Agradecimento...



Esse post merecia ter como fundo musical “The Division Bell” e indo mais além, a introdução seria com HIGH HOPES (Pink Floyd – 1994).

Um anúncio no jornal pode não ter nenhuma importância para milhares de pessoas, mas um deles deu outro rumo na história de uma vida.

Há tantas coisas que definem momentos e pessoas. Já há algum tempo deixei de acreditar no bordão: a primeira impressão é a que fica.

Tem gente que não deixa só uma impressão. Tem gente que se tatua dentro da gente, na nossa alma, e que nada é capaz de apagar a marca que fica.

O cotidiano, a rotina, muitas vezes nos impede de dizer a essas pessoas o quanto elas são importantes, e como é bom te-las por perto.

Os dias não são iguais. Ainda bem!

Hoje é um dia especial. Dia de agradecer. Agradecer por uma vida que é sinônimo de inteligência e dedicação. De disciplina e seriedade. De caráter e de bem.

Alguém que realmente faz a diferença no companheirismo, na amizade sincera, na paciência, sem se prender no que é. Com disposição ímpar para ouvir e desejar o bem estar dos seus. Alguém de quem sou discípulo fiel, por quem sou grata de ser muito melhor que antes. Com quem aprendi e aprendo muito do que sei e sou.

Difícil encontrar predicados suficientes. Desejar a felicidade a alguém assim ainda não é o bastante. Impossível é não ter amor por uma pessoa dessas.

De qualquer maneira, fica aqui registrada minha homenagem. E mesmo que a vida nos afaste por um ou outro motivo, minha gratidão é permanente. Tem gente que ocupa um lugar perpétuo na nossa vida, e esse, já está mais que ocupado.

“O amor que vale a pena nessa vida dá a um coração sempre o direito de ser ele imperfeito e mesmo assim poder ser mais feliz!"

Um comentário:

ligia disse...

Oi Fe!?!
Lindo, amei... Tocou muito fundo(álias qual texto seu que não é tocante né), ao ler percebi que tambem tenho esse mesmo sentimento por algumas pessoas, não são muitas que conquista esse espaço tão especial na nossas vidas, mas as que conquistam... é realmente, algo inesplicavel...
AMEIIIIIIII...
Beijos, Ligia