sexta-feira, 16 de maio de 2008

Apenas Fenômenos Naturais



A vida vai se tecendo nas histórias que se repetem em versões melhoradas, conforme as experiências vividas.

Amores não esperam o dia amanhecer, as dores também não. Nesse impasse, pensamentos claros e obscuros, certezas e dúvidas formam um emaranhado de laços ou pontes que se comunicam entre si, mas não sabemos ao certo o começo ou o fim.

De repente num caminho aparentemente reto, sem dúvida do destino, uma rota diferente, um imprevisto, um desvio. O caminho toma outro rumo e mesmo que tente retomar o antigo, o novo te empurra para frente, como se estivesse patinando em gelo, numa descida sem saber como frear.

Como caminhar no escuro e desconhecido com uma vela na mão que só ilumina os passos?

Descobri que isso é possível, com passos lentos e firmes, sempre em frente. Uma das mãos esticada tateando o arredor protegendo os olhos, na outra a vela que cumpre seu papel.

O inimigo talvez seja a chuva ou o vento, pois se a chama se apagar e você não tiver isqueiro ou fósforos para reascendê-la, pode ser um pouco mais difícil seguir em frente.

A verdade é que nossa vida é um beco escuro todo o tempo e cabe a nós mantermos a vela acesa, protegida dos ventos e chuvas a fim de que a chama não se apague para podermos continuar. O tempo é como o caminho que fica para trás. Depois de trilhado, não há mais luz, nem como voltar. Não é possível se enxergar as pegadas.

Penso que temos em nossas reações internas todos os fenômenos naturais. Chuvas, Sol, ventos, tempestades. Há certos conflitos que são como tornados ferozes que devastam tudo, como se nunca tivesse havido nada em pé ali. Tudo o que se vê ao redor é destruição e escombro. Há desertos. Há oásis. Há ilhas.

O melhor de ser gente é reconhecer a própria limitação e fragilidade. Só assim, depois da ruína é possível voltar ao Éden.

6 comentários:

Martha Barbosa disse...

qUE BELO TEXTO MINHA AMIGA, QUE BELO TEXTO.aDORO VIR AQUI, UMA ROSA SEMPRE ME RECEBE, E DEPOIS VEM TEUS BELOS TEXTOS, E POESIAS QUE SÓ FAZEM BEM AO MEU CORAÇÃO

Renata Cordeiro disse...

Isso é muito bonito.
Postei um agradecimento a todos que me visitam. Vá là:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
não há ponto depois de www
Um beijo,
Renata Cordeiro

Luana H. disse...

Oláá!
Primeira vez que passo no seu blog.

Nossa, texto muiiito bom! Muito legal mesmo.
Na verdade, todo mundo é assim, né? Só possui uma vela, e só nós mesmo podemos decidir o que fazer com essa vela. Muito legal.


beijão

OUTONO disse...

Texto real, verdadeiro, sentido, apaixonante, louco....e simples retrato do ser.

Gostei.

Beijinho.

Martha Barbosa disse...

Adoro vir aqui e ler com muita calma teus textos.Eles me "convidam" a sonhar.beijos

Martha Barbosa disse...

Querida amiga, estive fora e meu pc não funcionou direito. precisei fugir. Fugir de mim mesma eu acho. Ainda estou aos pedaços, mas acho que sairei forte desta confusão chamada amor errado.
Fiz postagem nova, por favor vá lá e comente. seu comentário é importante para mim.
mil beijos, e muita saudade